Entra em contacto
curso-pos-licenciatura-especializacao-enfermagem-comunitaria

Mestrado em Enfermagem Comunitária na área de Enfermagem de Saúde Comunitária e de Saúde Pública

O Mestrado em Enfermagem Comunitária na área de Enfermagem de Saúde Comunitária e de Saúde Pública visa garantir uma formação diferenciada na área, garantindo em simultâneo os conhecimentos e competências característicos de um 2º ciclo, e os critérios da Ordem dos Enfermeiros para a atribuição do título profissional de enfermeiro especialista em Enfermagem Comunitária na área de enfermagem de saúde comunitária e saúde publica.

Coordenadores

O Mestrado Enfermagem Comunitária na área de Enfermagem de Saúde Comunitária e de Saúde Pública visa garantir uma formação diferenciada na área, garantindo em simultâneo os conhecimentos e competências característicos de um 2º ciclo, e os critérios da Ordem dos Enfermeiros para a atribuição do título profissional de enfermeiro especialista em Enfermagem Comunitária na área de enfermagem de saúde comunitária e saúde publica.

Tem por objetivo formar profissionais que demonstrem liderança técnica e profissional, bem como capacidade de adaptação a uma sociedade em constante mudança, enquadrando nomeadamente, as problemáticas decorrentes da evolução sociodemográfica, comunitária e de saúde pública, e os inerentes desafios da introdução de novas tecnologias na saúde.

A ESSATLA tem, desde sempre, uma oferta continuada de cursos na área da enfermagem, nomeadamente ao nível da licenciatura e pós-licenciaturas de especialização. Desta forma, a existência deste Mestrado, é algo natural no âmbito da nossa proposta formativa. Possibilitando aos alunos equacionar novas oportunidades profissionais e de investigação. Sempre, numa perspetiva integradora, que considera a sinergia entre a universidade e os contextos da prática.

Condições de acesso gerais:

Os candidatos devem reunir cumulativamente as seguintes condições:

1. Serem titulares:

a. do grau de Licenciado em Enfermagem, ou equivalente legal (no cumprimento do artigo 17º do DL n.º 74/2006, de 24 de março, alterado pelo DL n.º107/2008, de 25 de junho, 230/2009 de 14 de Setembro, 115/2013, de 7 de agosto, 63/2016 de 13 de setembro e 65/2018 de 16 de agosto);

b. de um 1º ciclo de estudos em enfermagem, obtido num estado aderente ao processo de Bolonha, com 240 ECTS;

c. de habilitações para o exercício de enfermagem obtido numa instituição de ensino estrangeira que sejam reconhecidas pelo Conselho Científico do Mestrado.

2. Se o candidato pretender obter em simultâneo o título de enfermeiro especialista pela OE terá de ter pelo menos dois anos de experiência profissional como enfermeiro à data de matrícula do curso e ser detentor do título profissional de enfermeiro (nos termos do n.º 3 do art.º 4º Estatuto da Ordem dos Enfermeiros, Lei n.º 156/2015 de 16 de setembro);

Pedro Pardal

Pós-graduado em Higiene e Segurança do Trabalho pela Universidade Lusófona. Mestre em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública com especialização em gestão. Especialista em Enfermagem Comunitária.  

Coordenou o grupo de trabalho da Ordem dos Enfermeiros na definição das competências do enfermeiro especialista de enfermagem comunitária na área de Saúde Pública e na área de Familiar, assim como coordenou o grupo sobre os padrões de qualidade.  

Participou em diversos congressos como convidado, coautor de diversos na área dos Cuidados Saúde Primários. Participou em representação de Portugal, a convite da Direção Geral Saúde, na Conferência da União Europeia sobre o envelhecimento da população europeia.  

Frequentou o Doutoramento em Enfermagem na ESEL. Possui o título de especialista acadêmico em Enfermagem. Lecionou em diversas escolas como convidado.

Integrou a convite o grupo Missão Cuidados Saúde Primários, onde coordenou o processo de reforma dos Agrupamentos de Centros Saúde e diversas unidades funcionais (2008/2010), assim como o Grupo Técnico de Apoio a Reforma dos CSP (2010/2013) e o grupo de Estudo das USF modelo C  (2013-2014) no Ministério da Saúde.

Foi Professor Coordenador da Pós-Licenciatura da Especialidade de Enfermagem Comunitária da Escola Superior de Saúde Atlântica, 2017-2022.

Maria do Céu Coelho Monteiro Pires

É atualmente estudante do Programa Doutoral em Ciências de Enfermagem da Universidade do Porto – Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar.  É professora adjunta no (a) Universidade Atlântica Escola Superior de Saúde Atlântica.

Integra, desde 2018, a Escola Superior de Saúde da Cruz Vermelha Portuguesa como docente convidada no Curso de Licenciatura em Enfermagem.

Em 2009 especializou-se em Enfermagem de Saúde Infantil e Pediátrica, com obtenção de grau de mestrado em Enfermagem pela Universidade Católica Portuguesa. Em 2021 especializou-se em Enfermagem de Saúde Comunitária e Saúde Pública, com obtenção do grau de mestrado em Enfermagem pela Universidade Católica Portuguesa. Em 2021 após provas públicas obteve o Título de Especialista em Enfermagem, ao abrigo do Decreto-lei nº 206/2009.

É enfermeira desde 2004. Iniciou a sua atividade profissional em 2004, no Serviço de Internamento de Pediatria do Hospital São Francisco Xavier – Centro Hospitalar Lisboa Ocidental e Oeiras, onde exerceu funções no período de 2004-2015. De 2014 até 2022 desempenhou funções como enfermeira em contexto clínico nos Serviços Sociais da Caixa Geral de Depósitos, Centro Clínico de Lisboa.

 Ciência ID 6B14-AD52-85C3

Luís Sousa

Doutor em Enfermagem (UCP). Mestre em Políticas de Desenvolvimento de Recursos Humanos (ISCTE). Enfermeiro Especialista em Enfermagem de Reabilitação. Licenciado em Gestão em Saúde. Professor Associado da Escola Superior de Saúde Atlântica. Investigador integrado no Comprehensive Health Research Centre (CHRC).  Membro do Portugal Centre for Evidence-Based Practice: The Joanna Briggs Institute Centre of Excellence. Membro de comissões de avaliação externa da Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES) nos anos de 2021 e 2022. Membro do conselho editorial de várias revistas. Revisor em revistas nacionais e internacionais. Tem investigado e publicado no âmbito da Enfermagem de Reabilitação, Qualidade de vida, bem-estar e sua relação com o sentido de humor, promoção da saúde e educação em enfermagem. Publicou 155 artigos científicos em revistas especializadas, 10 livros e 51 capítulos de livros. Como docente, preocupa-se com a transferência da evidência para a prática clínica e também com o desenvolvimento e implementação de estratégias inovadoras que respondam às necessidades dos alunos nos vários ciclos de estudos.

https://www.cienciavitae.pt/pt/711E-6723-E4D0

https://www.researchgate.net/profile/Luis_Sousa20

https://scholar.google.pt/citations?user=Chxv8UoAAAAJ&hl=pt-PT

http://orcid.org/0000-0002-9708-5690

Margarida Tomás

Doutora em Enfermagem (setembro de 2022), pela Universidade de Lisboa. Mestre e Especialista em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiatria. Título de Especialista (Decreto-Lei nº 206/2009, de 31 de agosto). Pós-graduação em Gestão de Serviços de Saúde. Certificação pelo The Joanna Briggs Institute no Comprehensive Systematic Review. Training Program. Professora Adjunta do Curso de Licenciatura em Enfermagem da Escola Superior de Saúde Atlântica desde 2020. Enfermeira do Serviço de Psiquiatria e Saúde Mental do Hospital Garcia (2007-2020). Publicação de artigos em revistas nacionais e internacionais. Recebeu 2 prémios.

Ana Campos Reis
Detém o Doutoramento Ciências Sociais Especialidade em Política Social, o Mestrado Enfermagem Comunitária, com curso de Especialização em Enfermagem de Saúde Pública. Fez formação avançada em Organizações do Terceiro Sector e o Executive MBA em Gestão de Equipamentos Sociais e de Saúde. Tem ainda um Curso de Pós-Graduação em Direito da Inclusão.
Desempenhou diferentes cargos na Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, entre eles, foi Diretora da direção de Intervenção com Públicos Vulneráveis e Direção de Apoio à Inserção e Bem-Estar do VIH/SIDA e problemática da SIDA. Foi ainda Diretora Executiva do Projeto Solidariedade e Responsável pela Casa Amarela (Projeto Solidariedade). Anteriormente exerceu a função de Enfermeira Chefe em diferentes Centros de Saúde.
Entre outras atividades, participou no Conselho Técnico da Área de Saúde na Irmandade de S. Roque e da Misericórdia de Lisboa; foi Presidente da Assembleia Geral da Associação das Casas de S Vicente de Paulo, e Membro dos Corpos Sociais da Ordem dos Enfermeiros – Comissão Nacional de Formação.

Helena José
Doutora em Enfermagem (janeiro de 2009), pela Universidade de Lisboa. Mestre em Comunicação em Saúde.  Especialista em Enfermagem à Pessoa Adulta e Idosa em Situação de Doença Crónica (Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica, pela Ordem dos Enfermeiros).
Especialista em Comunicação em Saúde. Investigadora integrada na Unidade de Investigação em Ciências da Saúde-Enfermagem, Escola Superior de Enfermagem de Coimbra. Presidente da Mesa do Colégio da Especialidade de Enfermagem Médico-Cirúrgica, Ordem dos Enfermeiros. Há mais de 20 anos que desempenha cargos de gestão em Instituições do Ensino Superior. Presidente da Escola Superior de Saúde Atlântica.
Coordenadora do Curso de Licenciatura em Enfermagem da Escola Superior de Saúde Atlântica.
Publicou mais de uma centena de artigos em revistas especializadas.Possui 18 capítulo de livros e 3 livros. É revisora científica de revista nacionais e internacionais.
Orientou teses de doutoramento e dissertações de mestrado. Recebeu 6 prémio(s) e/ou homenagens.

NCE/21/2100257, acreditado em 24-06-2022, pelo período de 3 anos

Registo na DGES

Registo inicial: R/A-Cr 160/2022 de 10-08-2022

Código: MC12

Publicação do plano de estudos em Diário da República

Despacho n.º 7891/2023, de 1 de agosto, 2.ª Série N.º 148

Solicitar Informações

Solicitar Informações sobre o curso:
Nome(Obrigatório)
Este campo é para efeitos de validação e deve ser mantido inalterado.